terça-feira, 1 de novembro de 2016

BR 101: DNIT prepara novas intervenções


O prazo para conclusão das obras do viaduto sobre a BR-101, na altura do bairro de Neópolis, está mantido e a via deverá ser liberada na primeira quinzena de janeiro de 2017. A informação é do engenheiro Walter Fernandes, superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que ainda adiantou parte do cronograma: em janeiro do próximo ano o trecho próximo ao IFRN de Parnamirim será alterado para construção de um viaduto e uma passagem inferior; em seguida o DNIT inicia o viaduto na altura de Emaús. Já o necessário e aguardado viaduto na altura da Av. Abel Cabral, entre os bairros de Cidade Satélite e Nova Parnamirim, está previsto para começar até junho de 2017.



“Estamos estudando a melhor forma de fazer as intervenções temporárias do tráfego, para começar as intervenções naquele trecho da BR-101. Acredito que em até duas semanas teremos uma definição”, disse Fernandes sobre as obras próximas ao IFRN-Parnamirim e o acesso para Pium, que deverá durar de janeiro a abril do próximo ano. A exemplo da intervenção na altura do bairro de Neópolis, o tráfego será desviado para as marginais da rodovia.


O superintendente explicou que será preciso “transferir o retorno um pouco mais para frente” e que estão sendo avaliados custos e benefícios, a viabilidade operacional e qual a opção que cause menos impactos no custo e no trânsito. Segundo Walter Fernandes, os serviços de terraplanagem estão 85% concluídos e 20% da pavimentação já foi feita. “Iniciamos as escavações (para a passagem inferior) e vamos começar a instalar as fundações do viaduto”, acrescentou.


O DNIT fará intervenções viárias ao longo de 13 km da BR-101, do quilômetro 95,9 ao 109,6 entre Natal e Parnamirim. Nesse trecho serão erguidos cinco viadutos, construídas duas passagens inferiores, 52 pontos de ônibus e passarelas. As estruturas são todas pré-moldadas, e a previsão do órgão é que cada trecho fique interditado e tenha o tráfego desviado por um prazo de até 120 dias.


Canteiro de obras: Em Emaús o canteiro de obras já está sendo instalado, e o DNIT avalia impactos no trânsito, mudança do local da passarela e a metodologia técnica. “Já temos a estratégia de ‘ataque’ (execução) definida”, garantiu Walter Fernandes.


Com obras previstas para iniciar até junho de 2017, o viaduto da Av. Abel Cabral (entre Cidade Satélite e Nova Parnamirim) “requer mais cuidado e planejamento”, assegurou o superintendente. Segundo ele a drenagem no local já foi executada e está prevista a instalação de uma passarela para travessia de pedestres. “O trânsito vai mudar bastante ali na região de Nova Parnamirim”, adiantou.


As peças pré-moldadas que compõem as estruturas estão sendo fabricadas no canteiro do DNIT na BR-304, e os viadutos de Neópolis, Emaús e Abel Cabral possuem a mesma configuração e dimensões. Além desses três, também serão construídos viadutos próximo ao Parque Aristófanes Fernandes e na altura do acesso para Pium (Próximo ao IFRN de Parnamirim) – onde também será instalada um passagem inferior (PI). A outra passagem inferior ficará na altura da Av. Maria Lacerda, em Nova Parnamirim.


Foto: Adriano Abreu (Tribuna do Norte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário