quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Google Maps vai sugerir rotas cruzadas de Uber, Cabify, ônibus e 99 para facilitar mobilidade

Com o novo recurso, o usuário terá mais de 6 opções de mobilidade na palma da mão

O Google Maps vai começar a sugerir rotas que combinam o uso de transporte público com aplicativos de mobilidade, como Uber, Cabify e 99, para o usuário chegar ao seu destino. Os novos trajetos apresentados pela ferramenta permitem visualizar os melhores caminhos, podendo utilizar ônibus, metrô e os aplicativos em uma mesma viagem. A funcionalidade será implementada em celulares Android e iPhone (iOS) durante as próximas semanas em 30 países, incluindo o Brasil.

Para acessar as sugestões, o usuário deverá inserir seu destino, escolher a opção “Rotas” e selecionar a aba de “Transporte público”. Então, o aplicativo mostrará as sugestões mais convenientes para o trajeto, mesclando os diferentes veículos. Serão exibidas todas as informações de cada meio de transporte, como o tempo de espera, ruas que serão percorridas, o custo das viagens e informações do trânsito.


O novo recurso é útil para saber, por exemplo, se é mais vantajoso pedir um Uber para chegar a uma estação de trem, em vez de ir caminhando, ou usar a bicicleta para chegar até um ponto de ônibus e apanhar seu coletivo. Segundo o Google, a iniciativa foi pensada para facilitar os percursos iniciais e finais de cada viagem.

Caso o usuário opte por utilizar um aplicativo de transporte em uma viagem híbrida, poderá escolher o tipo da corrida, se econômica ou compartilhada, assim como também poderá visualizar os valores dentro do próprio Maps antes de solicitar o carro. No Brasil, já é possível solicitar um Uber ou 99 pelo Google Maps.

O Google Maps também incluirá a opção de transporte via bicicleta nesses trajetos multimodais. No entanto, mesmo mostrando onde alugar uma bike no mapa, a empresa afirmou ao TechTudo que o recurso de rotas compartilhadas com opção sobre duas rodas ainda não tem previsão de ser lançado no Brasil.

Por: Portal Interbuss

0 comentários:

Postar um comentário