sábado, 14 de setembro de 2019

MAN fornece 189 ônibus ecológicos a cidade da Noruega

Encomenda das duas maiores operadoras de transporte do país inclui ônibus convencionais e articulados, movidos a biogás e biodiesel

Por: Diário do Transporte

Divulgação
Trondheim, terceira maior cidade da Noruega, com 190 mil habitantes, acaba de receber 189 novos ônibus fabricados pela MAN Truck & Bus do Grupo Volkswagen.

Os novos ônibus MAN verde oliva estão em operação na cidade desde o início de agosto, e fazem parte da preocupação do país de reduzir as emissões de carbono. A Noruega busca zerar a dependência de motores de combustíveis fósseis.

A fabricante do Grupo Volkswagen entregou 105 ônibus urbanos para a Vy Buss AS e outros 84 veículos para a Tide Buss AS, as duas maiores operadoras de transporte do país escandinavo.

Nas encomendas feitas à MAN, há ônibus urbano do tradicional modelo MAN Lion’s City (A21) de 12 metros de comprimento, equipado com motor a gás E2876 LUH Euro 6. Em termos de combustível, os motoristas podem optar tanto pelo gás natural quanto biogás.

A encomenda inclui ainda outros dois modelos com o mesmo perfil de sustentabilidade, o articulado MAN G City (A23) de 18 metros de comprimento: um com um motor diesel D2066 LUH numa versão especial de biodiesel e outro com um motor a gás E2876 LUH. Ambas as variantes atendem ao padrão de emissão Euro 6.

Divulgação

Fechando a compra, as empresas de transporte adquiriram os ônibus urbanos MAN Lion City L LE (A44) com piso rebaixado e 15 metros de comprimento, com motor diesel D2066 LUH movido a biodiesel.

Os veículos trazem sistema de ar condicionado e monitoramento de câmeras na área de passageiros e motorista.

Divulgação

Jan Aichinger, diretor de ônibus de marketing de produtos da MAN Truck & Bus, afirmou que ao operar veículos de biogás “a Vy Buss AS e a Tide Buss AS estão enviando uma mensagem clara em relação à proteção ambiental. Afinal, um ônibus a gás movido a biogás atualmente representa a solução mais econômica e ambientalmente correta para uma forma de transporte público praticamente neutra em CO2”.

0 comentários:

Postar um comentário