quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Comissão debate efeitos do transporte por aplicativo no transporte público

A Comissão de Viação e Transportes discute nesta quinta-feira (3) os efeitos do transporte por aplicativo no transporte público. O debate atende a requerimento do deputado Mauro Lopes (MDB-MG).

O parlamentar explica que recursos públicos e até privados foram investidos na construção da infraestrutura necessária para oferta do transporte público, seja por trens, metrôs ou ônibus, com objetivo de ter uma rede de transporte público eficiente no atendimento dos anseios da população.
A despeito dos investimentos,  pesquisa patrocinada pela Universidade de São Paulo constatou impactos financeiros e sociais do crescimento do transporte remunerado por aplicativos na cidade de São Paulo. Segundo a pesquisa, 62% dos usuários que utilizam a modalidade de transporte por aplicativos são egressos do transporte público coletivo de passageiros.
"O estudo aponta que o uso do transporte remunerado por aplicativos está tirando mais passageiros do transporte público do que convencendo as pessoas a deixar o carro em casa", argumenta.
Na avaliação dele, o transporte remunerado individual de passageiros por meio de aplicativos pode estar gerando efeitos negativos para população que depende de transporte público e assim ameaçando as redes de transporte público das cidades.
Foram convidados:
- o diretor do Departamento de Planejamento e Gestão de Mobilidade e Serviços Urbanos, Ministério do Desenvolvimento Regional, Clever De Almeida;
- o prefeito de São José dos Campos (SP) e vice-presidente de Mobilidade Urbana da Frente Nacional de Prefeitos, Felicio Ramuth;
- o presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos em Mobilidade Urbana, Rodrigo Mata Tortoriello;
- o representante da Associação Nacional de Transportes Públicos, Fabio Antinoro;
- o presidente Executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, Otávio Vieira da Cunha Filho;
- o diretor Nacional Executivo do Instituto Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade para Todos, Nazareno Stanislau Affonso;
- o professor titular da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Eduardo Mario Dias.
A reunião será realizada às 9h30, no plenário 11.

FONTE: Câmara dos Deputados 

0 comentários:

Postar um comentário